ORGANIZAÇÃO REGIONAL DE SANTARÉM

Displaying items by tag: trabalhadores

quinta-feira, 18 novembro 2021 14:35

Solidariedade com os trabalhadores dos CTT de Santarém

Dia 19 de Novembro é dia de luta dos trabalhadores dos CTT

Published in Posições
Tagged under

A DORSA do PCP manifesta a solidariedade para com a justa luta dos trabalhadores do sector da distribuição dos CTT de Rio Maior, pela contratação de mais trabalhadores que assegurem um serviço público em condições para as populações.

A degradação do serviço público acompanha o processo há muito desencadeado de fecho de postos e estações dos CTT e a diminuição do numero de trabalhadores.


A verdade é que o correio chega cada vez mais tarde às pessoas e cada vez mais caro. E tal não acontece por umas quaisquer razões, mas pela incompatibilidade entre o papel estratégico do serviço público que os CTT estão obrigados a assegurar e o objectivo único dos grupos económicos: os seus lucros.


O PCP reafirma que o único caminho para assegurar um Serviço Postal de qualidade é a recuperação do controlo público dos CTT, como sucessivamente tem vindo a propor. Podem os trabalhadores e as populações contar com a continuação da intervenção e luta do PCP neste sentido.

Published in Posições
Tagged under
Uma delegação composta pelo André Gomes, primeiro candidato à CMS pela CDU e o Valter Cabral dos organismos executivos da DORSA manifestaram a solidariedade do PCP para com a justa luta dos trabalhadores do sector da  distribuição dos CTT de Santarém, pela contratação de mais trabalhadores que assegurem um  serviço público em condições para as populações. 
 
A degradação do serviço público acompanha o processo há muito desencadeado de fecho de  postos e estações dos CTT e a diminuição do numero de trabalhadores. 
 
A verdade é que o correio chega cada vez mais tarde às pessoas e cada vez mais caro. E tal não  acontece por umas quaisquer razões, mas pela incompatibilidade entre o papel estratégico do  serviço público que os CTT estão obrigados a assegurar e o objectivo único dos grupos  económicos: os seus lucros. 
 
O PCP reafirma que o único caminho para assegurar um Serviço Postal de qualidade é a  recuperação do controlo público dos CTT, como sucessivamente tem vindo a propor. Podem os trabalhadores e as populações contar com a continuação da intervenção e luta do PCP neste  sentido.
Published in Posições
Tagged under

A DORSA do PCP manifesta a solidariedade para com a justa luta dos trabalhadores do sector da distribuição dos CTT de Santarém, pela contratação de mais trabalhadores que assegurem um serviço público em condições para as populações.

Published in Posições
Tagged under

Realizou-se no passado sábado, dia 29 de Maio, em Santarém na Casa do Brasil, uma Audição Pública intitulada ‘’Maio Mês dos trabalhadores – Dificuldades em tempos de pandemia’’ contando com a presença de António Filipe, deputado do PCP à Assembleia da República.

Published in Posições
Tagged under
O PCP encerra o mês de Maio, mês dos trabalhadores, com uma audição pública sobre os problemas sentidos pelos trabalhadores do concelho de Santarém.
 
No dia 29 de Maio de 2021, 15h, na Casa do Brasil em Santarém, o PCP dará voz aos problemas dos trabalhadores e dará nota de algumas propostas que tem apresentado para a sua resolução.
 
Participa!
Published in Posições
Tagged under
André Arraia Gomes (Partido Comunista Português) e Francisco Madeira Lopes (Partido Ecológica 'Os Verdes'), deputados da Assembleia Municipal de Santarém, juntaram-se aos trabalhadores do sector da recolha de resíduos sólidos urbanos da Câmara Municipal de Santarém que se manifestaram no dia 20 de Maio, em frente ao edifício dos Paços do Concelho, para exigir a retroactividade do suplemento de penosidade e insalubridade.

A comitiva da CDU (PCP-PEV) saudou a luta dos trabalhadores, mostrando-se solidária com as justas pretensões dos mesmos. Apontou para a necessidade para prosseguir na exigência de melhores salários, de progressão justa das carreiras, de reestruturação dos modelos de avaliação, com revogação do SIADAP. Referiu ainda que a CDU (PCP-PEV) apresentou uma moção pela aplicação do suplemento por trabalho em condições de penosidade e insalubridade, na Assembleia Municipal de Santarém, em reunião extraordinária do dia 18-01-2021, que foi aprovada por maioria. De referir que a moção previa o pagamento pelo nível máximo e com retroactivos desde 1 de Janeiro de 2021.

 
Decorridos mais de 20 anos sobre a aprovação do decreto-lei que previa a atribuição do Suplemento de Insalubridade, Penosidade e Risco a todos os trabalhadores que, por razões inerentes ao respectivo conteúdo funcional das suas profissões, exercem a sua actividade profissional em situações susceptíveis de provocar um dano excepcional à sua saúde, a verdade é que este suplemento apenas agora irá ser aplicado.

O PCP, no Orçamento de Estado para 2021, bateu-se pela regulamentação e aplicação do suplemento, ainda que a proposta aprovada tenha ficado aquém da proposta da bancada comunista.

Os trabalhadores sabem que podem contar com o PCP, que durante anos se bateu pela aplicação deste suplemento!
 
 
Todos os municípios geridos pela CDU (PCP-PEV) já aplicam o referido suplemento.

O PCP está sempre com os trabalhadores, com coragem, determinação e responsabilidade!

Santarém, 21 de Maio de 2021

A Comissão Concelhia de Santarém do PCP
 
 
Published in Posições

Na sessão da Assembleia Municipal de Santarém de 8 de Março, foi votada a proposta do Executivo PSD relativa à concessão do Mercado Municipal a gestão privada e previsível expulsão dos actuais comerciantes.

O PCP votou contra e congratula-se com o chumbo da proposta. Cumpre-nos resumir e reafirmar a nossa posição em 4 pontos:

1. O PCP defende a modernização do Mercado Municipal de Santarém, o que irá ocorrer em sequência das obras avaliadas em, cerca de, 2 milhões de euros de dinheiros públicos. Obras que já se encontram a decorrer, apesar dos atrasos já assumidos pelo Executivo PSD.

Published in Posições
quarta-feira, 24 fevereiro 2021 18:12

Mercado Municipal de Santarém

O Mercado Municipal de Santarém é um dos locais emblemáticos da cidade, com os seus icónicos painéis de azulejos. Encontram-se a decorrer as obras de requalificação e modernização, num projecto que custará ao município 2 milhões de euros, aproximadamente.

A requalificação parece consensual. E compreensível é também, dada a extensão dos trabalhos de execução das obras, a libertação de todos os espaços do Mercado Municipal de Santarém durante o período das obras.


O que não parece ter explicação é a forma como todo o processo tem sido conduzida pelo Executivo PSD da Câmara Municipal de Santarém. Um processo sinuoso, pouco transparente, de acentuado desrespeito para com quem há tantos anos trabalha no Mercado e o tem mantido activo. Tudo terá começado com escolha do espaço provisório para albergar os comerciantes durante o período de obras. O Pavilhão do Artesanato, no Campo Emílio Infante da Câmara, foi a proposta do Executivo. Um espaço com escadaria, pequeno para lojistas e vendedores, deslocado do centro histórico e que não garantia as condições para a adequada comercialização de produtos. Seria ainda preciso a realização de obras.

Published in Posições
Pág. 1 de 2

Newsletter